Brasil,  Minas Gerais,  Serra do Cipó

Serra do Cipó

Viagem em Dez/2013

1 Dia

Seguimos a tarde para a Serra do Cipó, demos check in na pousada e saímos para jantar. Comemos no Brotinho da Serra, onde é servido pizzas brotinho feitas na lenha. A pizza é deliciosa e possui o tamanho de um prato raso. Custa de 13,00 a 16,00 cada uma, mas vale muito a pena. Fica localizada em um “shopping gastronômico” na rua principal.

2 dia

Estamos hospedados na Pousada Rancho Cipó que fica um pouco depois do centro da cidade. A pousada é bem agradável, seus funcionários muito simpáticos. As instalações são ótimas, com piscina, sauna, quadra de tênis e salão de jogos. O wifi pega apenas na sede, nos quartos é detectado, porém não se conecta na net. O quarto é bem amplo, com um ventilador de teto e iluminação bem legal. Uma peculiaridade que me chamou atenção e gostei foi a rede dentro do quarto, pois quando fica na varanda quase nunca usamos, mas no quarto, dela podemos assistir TV. O chuveiro é elétrico, mas muito bem mantido e frigobar abastecido. O café da manhã é bem servido, caso queira suco ou ovo tem que pedir que é feito na hora.

Fomos ao centro de apoio ao visitante, lá conhecemos a Andréia que nos explicou bastante coisa da região e nos indicou guias e lugares pra visitar. O mapa turístico da cidade é vendido lá no valor de R$ 6,00. A maioria das trilhas dá pra ser feita sem guia pois as indicações são bem colocadas. Como já estava tarde, escolhemos fazer trilhas bem pequenas, escolhemos então a Trilha da Prevenção do Fogo, que possui 4,2 km (ida e volta), de nível fácil. No fim dela tem um mirante de onde dá pra ver o parque todo, uma vista linda e convidativa.

Ao voltarmos pra portaria do parque contactamos o Daniel (um dos guias indicados) e fomos encontrá-lo na outra portaria do parque, o caminho até lá é bem difícil, sendo necessário um veículo 4×4 para chegar com tranqüilidade. A noite fomos jantar no Tapiadas, restaurante localizado no mesmo shopping no centro da cidade em que fomos ontem. O lugar possui diversos pratos “tira gostos” típicos da região. Comemos o Boi na Terra que são pedacinhos de carne de boi feitos no molho no queijo da “Jane” feito na Serra do Cipó que por sinal estava uma delícia! Junto pedimos uma batata frita. Comemos bem (2 pessoas) e para nossa surpresa, a conta total (isca de carne + batata frita + 3 refrigerantes +10%) deu apenas R$ 38,83. Recomendo o lugar!

3 dia

Fomos hoje visitar lugares com pinturas rupestres com o nosso guia Daniel. Gostamos dele, ele é bem atencioso conosco e com os moradores locais. Primeiro fomos a Lapa da Sucupira, onde para chegar, o rio tem que estar baixo, pois ele inunda todo o caminho por onde passa a trilha que vai até o local. Mesmo com ele baixo, tivemos que passar pelo rio com água nas coxas por uns 100 mts, o que não teve muito problema, já que Daniel nos ajudou e o fundo do rio tem basicamente areia e algumas poucas pedras e galhos. O local das pinturas está bem desgastado, mas ainda assim pudemos ver pinturas bem interessantes, encontramos ainda uma pixação datada de 1940, para visitar é cobrado uma taxa de R$ 5,00.

O segundo local que visitamos foi a Lapinha da Serra. No caminho conhecemos um local (conhecido do guia) que nos levou por um trecho do rio de canoa canadense, quando tem mais turistas e o rio está mais cheio, as pessoas são atravessadas de balsa, o valor para a travessia e visitação é de R$ 10,00 por pessoa. O local também está bem desgastado, com algumas pinturas bem interessantes. A vista durante todo o caminho é de tirar o fôlego! Linda demais! E ainda fomos presenteados com várias cachoeiras temporárias devido as fotes chuvas que tiveram na região por esses dias.Na volta, passamos na casa do Tico Tico que fica no bairro Usina para comprar doce que por sinal é delicioso! Lá vende doce de leite, de figo, pimenta, tempero, queijo e cachaça. Veja também os temperos, pq o melhor tempero da minha vida comprei lá! O guia disse que muitos dos produtos do Tico Tico podem ser achados nos mercados da região. Vale a pena conferir!! São doces deliciosos!

4 dia

Hoje encontramos com Daniel (guia) e nos dirigimos as Cachoeiras do Bené, são ao todo 3, mas pudemos visitar apenas as 2 primeiras pois o nível do Rio estava alto. O caminho pra chegar lá é feito por veículo 4×4 e a trilha para se andar a pé é pequena e de nível fácil (500m). Todas duas são ótimas pra ficar tomando banho nas piscinas que se formam. A água é um pouco gelada no inicio, mas quando se acostuma ficam maravilhosas.

É melhor ir nos dias de semana, pois no final de semana ficam muito cheias não sendo ideal pra quem quer curtir bastante a cachoeira e o visual, porém caso vá em dias de semana, é preciso um guia conhecido ou conseguir convencer o seu Bené de abrir a porteira. O valor da entrada é R$ 10,00 por pessoa.
Logo em seguida fomos pra cachoeira Rala Bunda que também é muito boa e ótima pra ficar aproveitando a paisagem e as águas da cachoeira, valor de R$ 5,00 por pessoa. É importante verificar o nível da água do rio e as chuvas, pois tanto na cachoeira do Bené quanto na Rala Bunda existe perigo de Tromba D’agua.

Quando saímos, abastecemos o carro e fomos na Cachoeira Grande. Para chegar a ela, passamos por 2 cachoeiras menores. Só dá pra chegar na Cachoeira Grande se o rio não estiver muito cheio, pois no final, tem que andar por cima de uma parte de concreto e por dentro da água, mas todo o esforço vale a pena. A entrada custa R$ 25,00 por pessoa.A noite jantamos no Cipó Scenarium, que de fora parecia ser bem promissor, mas ao entrarmos vimos que era diferente do que esperávamos. O atendimento foi bom, comemos uma pizza e um hambúrguer, os rapazes que lá estavam nos atenderam bem, mas diante da apresentação da fachada nos decepcionamos um pouco com as opções oferecidas no cardápio.

5 dia

Conforme orientações do Daniel, fomos conhecer a Cachoeira Véu da Noiva, lá pagamos R$10,00 cada um por uma hora, caso quiséssemos passar o dia inteiro o valor era de R$23,00 e pode ficar até as 18:00. Lá também tem opção de hospedagem, sem café da manhã no valor de R$266,00 (sexta a domingo pacote) ou R$224,00 (segunda a quinta pacote), camping (34,00 por pessoa e R$ 1,00 por barraca)- Esses valores são de 2013!! O lugar oferece campo de futebol, banheiro, cachoeira, e uma área arborizada.

A cachoeira muito linda com várias pedras, onde tem que tomar cuidado para não cair, ficar ali observando a cachoeira te dá uma visão do baile feito pelos andoriões ao entrar e sair da queda da cachoeira, além de poder observar várias borboletas lindas.A seguir, fomos para as cachoeiras de Serra Morena, a entrada custa R$20,00 por pessoa. A trilha é fácil até as primeira e segunda cachoeira, com apenas algumas partes com pedra que dá pra passar sem problemas. A trilha é sinalizada em alguns lugares, sendo possível chegar perfeitamente as cachoeiras.

A primeira tem uma queda menor, já a segunda cachoeira tem uma queda maior e mais bonita, porém atenção ao entrar, pois as pedras dessa cachoeira acumulam limo que faz escorregar, na sua base, dá pra observar um arco íris que se forma com o respingo de água. A terceira cachoeira é de difícil acesso, por isso optamos por não visitá-la, visto que teríamos que seguir viagem e o tempo estava ficando curto.

Pousada Rancho Cipó
(Preços e disponibilidade no Booking aqui do lado!!!)
MG – 010, Km 99
Santana do Riacho – MG

Links para ajudar na próxima viagem!!

Skyscanner – Compra de passagens mais baratas
Skyscanner – Aluguel de Carro
Booking – Reserva de hotel
Seguros Promo  – Seguro Viagem
Viaje Conectado – Chip de cel (internacional): 10% de desconto (cupom:viagemconsciente)
Rentcars.com – Aluguel de carro

Siga-nos nas Redes Sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram
Pinterest